Publicidade

“Depressão não é frescura”, afirma Priscilla Alcantara

Além de Michael Sweet, Priscilla Alcantara também resolveu comentar as polêmicas em torno do suicídio do cantor Chester Bennington, conhecido como vocalista da banda Linkin Park.
Grande parte das polêmicas se iniciaram após internautas brasileiros e estrangeiros utilizarem-se do fato do cantor ter deixado seis filhos para afirmar que o suicídio do músico teria sido um ato egoísta e covarde.
Famosos entraram na mesma fala – entre eles Brian Welch, cristão baixista da banda não-religiosa Korn –, o que gerou a resposta do músico do Stryper. No Brasil, envolveu até youtubers como Damiani, que disse ter “raiva de todas as pessoas que cometem suicídio”. Priscila, então, se manifestou sobre o tema em seu Twitter. Disse que a morte de Chester tornou o dia triste, retuitou publicações de outras pessoas sobre a seriedade da depressão e, em seguida, publicou algumas frases.
“Se sua própria esperança acabar, há mais Esperança nEle pra sustentar você. E não diga que suicídio é egoísmo. Você não pode falar daquilo que nunca provou. Depressão não é frescura”, disse a artista.
“Jesus ensinou o princípio de viver em comunidade e chorar com os que choram. cuide mais das pessoas ao seu redor. Egoísmo é quando você vive pela autossatisfação e não é capaz de se autonegar pelo próximo”, concluiu a intérprete.

O caso

Chester Bennington foi encontrado morto em sua residência às 9h da manhã desta quinta-feira (20). A morte, que primeiro foi anunciada exclusivamente pelo site TMZ, depois foi confirmada pelo porta-voz do Departamento Forense de Los Angeles.
Segundo informações divulgadas por vários veículos da imprensa, Chester ainda estava abalado pela morte do amigo cantor Chris Cornell, que se suicidou em maio deste ano. O músico também foi abusado sexualmente quando criança e revelou, em entrevistas, que chegou a pensar em suicídio em muitas das vezes pelos traumas que sofreu.
Tecnologia do Blogger.